Cisco no olho

Cisco e trave por Truly Muffinart
Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho? Mateus 7.3

Sem dúvida há uma boa dose de humor nesse texto. Jesus estava rindo e ele esperava que os outros rissem também. Porém, fica muito difícil entendermos o texto esse enfoque porque uma falsa piedade nos tem privado de ver esse modo engraçado de Jesus Cristo. Até achamos que é uma blasfêmia, uma verdadeira profanação imaginar Jesus com uma pessoa engraçada e que fazia os outros rirem. Achamos que nossa fé tem por legado uma religião muito sisuda e, por isso, incompatível com qualquer gracejo. Essa impossibilidade de reconhecer humor nas palavras de Cristo muitas vezes nos atrapalha. Temos visto Jesus como alguém inflexível, rígido na sua postura e sombrio de uma forma bem acentuada. Por isso que temos dificuldade para entendermos os textos que são contraditórios a essa imagem. Por isso perdemos muito daquilo que Jesus ensinou aos seus contemporâneos. No nosso literalismo nós perdemos muito dessa essência que é primordial nas suas palavras.

Vejam o nosso texto de hoje: Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho? O que poderia ser mais absurdo do que uma pessoa com um tronco de árvore no olho tentando retirar um pequeno cisco no olho de outra pessoa? Se isso não é engraçado eu não sei mais o que é. Quem riria muito presenciando uma cena ridícula como essa? Nós lemos e escutamos esses versículos durante toda a nossa vida e nunca atentamos para o fato de que um tronco de árvore de forma alguma caberia num olho humano. Ainda que coubesse bloquearia qualquer visão. Jesus estava tentando nos mostrar nessa pequena parábola é o quanto é ridícula a prática de ficar censurando os outros. Como é engraçado um pecador tentar corrigir o outro que é tão pecador quanto ele. Isso não pode ser outra coisa senão motivo de riso.

Falhamos mais tristemente ainda em não perceber o humor nas palavras de Jesus Cristo quando fazemos confusão a respeito do que ele disse sobre julgamento. Os dois versículos anteriores a esse são um exemplo claro disso. É o seguinte: Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus. Porque Deus julgará vocês do mesmo modo que vocês julgarem os outros e usará com vocês a mesma medida que vocês usarem para medir os outros (Mateus 7.1-2). Aqui o seu humor é ainda mais penetrante e mais profundo. Não é de se estranhar que não o percebamos tão facilmente, por conta disso é que optamos por uma leitura literal, como se costuma falar: ao pé da letra. Essa leitura faz com que entendamos que nunca devemos julgar ninguém e que complicação isso tem nos trazido. Nós pensamos que Jesus falou: não julguem ninguém e é isso que tentamos fazer, logicamente sem sucesso, o tempo todo. E vamos nós levando a vida nessa infrutífera empreitada que só nos causa culpa, desânimo e frustração.

Está errado. Temos que julgar e julgamos mesmo. Jesus nunca disse para aceitarmos a vida como ela se nos apresenta. Ele nunca disse que deveríamos nos conformar com tudo que as pessoas fazem conosco. Se não podemos julgar, então o que significa a consciência humana? Julgamos todas as vezes que votamos em uma eleição. O problema aqui não é o julgamento em si e sim os critérios que usamos ao julgar os candidatos. Julgamos, e devemos julgar acertadamente, como devemos educar os nossos filhos. Julgamos permanentemente o que é verdadeiro e o que é falso. (continua)

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates