Misericórdia e matemática

Sermão da Montanha, ING Ministry
Estavam os discípulos experimentando a bênção do perdão de Deus, até que veio Jesus e disse que deveriam ir além, porque só o perdão não era suficiente. Era preciso ter misericórdia, mas não a nossa, e sim a misericórdia de Deus, que não somente perdoa, mas que refaz, que restaura e que dignifica. Aqui entra a bem aventurança da misericórdia, de ir além do perdão, além do esquecimento, ir além de rasgar o escrito da dívida. Muito mais que ser uma moeda de troca, a misericórdia de Deus é uma via de mão dupla. Eu experimentei a misericórdia de Deus, por isso eu sou constrangido fazê-la conhecida. Ela precisa fluir além de mim, ela precisa alcançar o outro. 
Talvez não haja na Bíblia exemplo mais evidente sobre este fluir do que a parábola do Bom Samaritano. Observem que ele não era amigo, pelo contrário, que ele não era conhecido, pelo contrário, e não tinha qualquer culpa pelo infortúnio do outro, mas aquele homem foi além. Foi além das suas obrigações, assistiu a quem não gostava dele. Foi além das suas possibilidades, não somente gastando o que tinha, mas também o que não tinha para que o outro fosse atendido. Assim funciona a matemática da misericórdia de Deus: onde duas moedinhas valem mais que grandes somas; quando uma ovelha é mais importante que 99; quando aquele que trabalha por uma hora recebe o mesmo do que aquele que trabalhou o dia inteiro; onde apenas duas gotas de perfume bastam, ele derrama sem medida.
É difícil? Claro que é. Mud dizia que para ser cristão não é preciso muita coisa, para ser cristão é preciso tudo. É esse tudo que somos, indecisos, vacilantes, inconsequentes, mas em Deus alcançamos misericórdia. Essa misericórdia não pode ficar estagnada, dentro de nós ela é apenas uma bênção. Se fizermos dela uma corrente, fatalmente ela se tornará uma bem aventurança, pois assim disse Jesus: Vocês serão bem aventurados se todos forem misericordiosos, porque estarão condenados a viver num mundo de misericórdia. (Mt 5.7)

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates