Fé apesar de

Me orgulho de meus irmãos, que foram considerados dignos de morrer pelo nome de Jesus
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. João 20.29

Com essas palavras Jesus quer mostrar que a caminhada da fé possui patamares que devem ser galgados à medida que nos empenhamos nesta caminhada. Mais uma vez fica estabelecido que a fé não é monolítica. A fé exige que cada um de nós cresça e se desenvolva nela. Mas Jesus também estava preparando terreno para apresentar o mais relevante tipo de fé proposto no Reino de seu Pai, “a fé apesar de”. Aqueles pescadores rudes precisavam entender que o Messias não viria trazer um tempo paz e prosperidade, mas mostrar pelo seu sacrifício na cruz que este tempo seria possível, mas que viria tão somente através de renúncias e entregas, de amor e de justiça.
O mundo cristão sempre trouxe consigo a tentação de ver este novo tempo ser, a despeito de tudo à sua volta negar a possibilidade de implantação definitiva deste Reino. Alguns dentre nós mais afoitos, carregam sobre si a pretensão de realizar em vida prodígios que até mesmo Jesus foi capaz de concretizá-los somente após a sua ressurreição. A igreja parece que quer disputar com Jesus quem realiza mais milagres. Quem nos fez vocês superiores aos outros? Por acaso não foi a misericórdia de Deus que nos deu tudo o que temos? Então por que é que vocês ficam orgulhosos como se o que vocês tem não fosse dado por Deus?
Para Paulo, os estágios superiores da fé são galgados após muita ralação, e, quanto maiores forem os seus percalços, mais humildade conferem. Se querem encontrar aqueles que possuem a “fé apesar de”, não percamos tempo com os aparentemente mais abençoados e prósperos, e nem entre aqueles que alardeiam vitórias sobre todos os males. Procure nos últimos bancos por aquele assalariado que perdeu seu salário em um ônibus cheio, onde somente ele foi assaltado. Procure por aquela viúva que perdeu seu único filho, arrimo da família, mas que ambos ali estão glorificando o nome de Deus. Procure entre os cristãos que vivem nos países onde o Estado Islâmico é o poder. Este tipo de fé é difícil de ser encontrada porque ele não é exatamente um dom, como é o dom da fé em seu estado insipiente. Estejam certos de que uma coisa é receber o dom da fé para crer que meus pecados foram perdoados, que Jesus é o Salvador e que a Bíblia é a Palavra de Deus, a outra é declarar com convicção que todas as coisas, mesmo os fatos trágicos, mais incompreensíveis, mais absurdamente dolorosos concorrem para o bem dos que amam a Deus.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates