Adoração institucionalizada

Visão do Apocalipse de Revelation Chapter
Ainda que se considere que o Brasil é um país cristão, há muito que este adjetivo vem sendo contestado. O que prevalece mesmo é o animismo, as religiões que invocam entidades variadas, que se valem de amuletos e ídolos, coisas estranhas à fé cristã. Mas quando se volta os olhos para o evangelho descobrimos um Deus que é essencialmente comunhão, que se fez carne para ter comunhão direta conosco, justamente quando a sua adoração atravessava um momento crítico. Diferentemente é a adoração cristã que praticamos hoje. Tudo não passe de um habito social, de convenção religiosa, nada que se fundamente em um código de fé. A adoração cristã transcende estes aspectos pela sua autenticidade e finalidade. Eu gostaria de mencionar três características que confirmam esta diferença.
Primeiramente, a adoração a Deus tem que ser instruída e inspirada pelas Escrituras. É uma ilusão imaginar que somos nós quem tomamos a iniciativa na adoração. Toda a adoração é uma resposta à ação de Deus. Foi ele quem nos amou primeiro. Foi ele quem mandou seu Filho unigênito para nos salvar. O texto bíblico lido nos mostra isso. Jesus disse para a mulher samaritana: São estes os que o Pai quer que o adorem. Por mais absurdo que possa nos parecer, é Deus quem dita as regras da adoração. Mas parece que nós estamos em Atenas na época de Paulo. Parece que estamos adorando a um deus desconhecido. A falta do conhecimento de Deus faz com que inventemos práticas ridículas, sob o pretexto de estamos ligados em Deus de tal maneira nós, que é o Espírito que está nos conduzindo. Isso simplesmente faz com que ignoremos por completo o tipo de adoração que agrada a ele. Se ele é desconhecido, como vamos saber que tipo de adoração ele aceita? Eu não me sinto capaz de dizer exatamente o que é agradável a Deus, mas, consultando a Bíblia eu posso muito bem dizer o que não lhe é agradável.
No Sermão da Montanha, Jesus faz críticas severas à adoração hipócrita fundamentada no paganismo, com suas orações compridas e repetições vãs. Faz também crítica à adoração que tem a finalidade de atrair a atenção para si. Isso é também paganismo, os pagãos adoram assim. Por tudo isso é que a nossa adoração tem que ser instruída e inspirada na sua Palavra.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates