Que o mundo seja salvo

Paulo e Timóteo, autor não identificado
A diversificação denominacional do cristianismo faz com que a vontade de Deus se apresente de várias formas e ênfases. Uma coisa, porém, nenhum conceito sobre essa doutrina pode alterar: a vontade de Deus coincide com o seu plano. E foi analisando a mensagem dos profetas, a vida e o ministério de Jesus que Paulo chegou a essa conclusão: Deus realmente não quer que nenhum dos seus filhos se perca. Tudo o que Deus fez desde a criação está coordenado por um plano, mas não por meio de tentativas, erros e acertos. Einstein dizia: Deus não joga dados. Isso quer dizer que Deus não arriscou a sorte em alguns patriarcas, não apostou em reis e nem levou fé na capacidade de alguns profetas com o intuito de nos salvar de qualquer forma. Indistintamente todos os enviados faziam parte de um plano que culminou com o envio de seu Filho ao mundo.
Eu sei que Deus quer que todas as pessoas sejam salvas, mas onde me encaixo nesse plano? Além dos mandamentos temos uma Bíblia inteira a nos falar qual é a vontade de Deus para o indivíduo nas diversas situações que se apresentam. Mas Deus também quer que, sem negarmos esse ensino, nos empenhemos para conhecer a sua vontade em situações inusitadas, que não somente exige respostas constantes, como também abre um diálogo permanente. Paulo dizia que embora tivesse conseguido algum progresso em favor desta vontade, ainda estava longe do que deveria alcançar, deixando claro que o alvo é sempre a superação de si mesmo: É claro, irmãos, que eu não penso que já consegui isso. Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente. Corro direto para a linha de chegada a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus. Fp 3.13-14

Leitura:  I Timóteo 2 

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates