A bênção presente no presente

Viúva pobre, mosaico do VI século
A palavra bênção na Bíblia possui uma variedade considerável de significados: alguns extremamente nobres, outros mais imediatos e menos ricos de sentido. O primeiro significado da palavra bênção é presente no sentido material, destes que se ganha quando se faz aniversário, um presente pode e deve ser uma bênção. O presente que Jacó deu a Esaú foi chamado de bênção e não de lembrancinha, pelo que significou como arrependimento e perdão. Um presente se torna uma bênção, porque independentemente do seu valor intrínseco faz com que as pessoas tenham a certeza de que não nos esquecemos delas. O presente é uma bênção quando promove a paz, a reconciliação e a profunda alegria, tanto daquele que dá quanto do que recebe.
Jesus durante o seu ministério recebeu alguns desses valiosos presentes. Não falo apenas dos presentes dos magos que o visitaram em Belém, mas presente de pessoas cujas atitudes se constituíram em verdadeiras bênçãos na sua vida. Certa ocasião ele estava observando as pessoas que, ao entrarem no Templo de Jerusalém, depositavam as suas ofertas. Foi quando viu uma viúva pobre colocar ali suas duas únicas moedinhas. A narrativa nos faz pensar que Jesus dá um grito de tão surpreso: Aquela mulher deu a maior oferta. E aproveitou a ocasião para estabelecer a distinção entre oferta e bênção: Outros, na sua abundância, deram aquilo que lhes sobrava, ela, porém, na sua penúria, deu tudo que o tinha para seu sustento. Ela foi uma bênção. Os discípulos não entenderam absolutamente nada da contabilidade de Jesus. Que mundo é esse em que duas moedinhas valem muito mais que polpudas ofertas? O que Jesus faz questão de destacar é que, quando a oferta, a dádiva ou o presente levam junto o coração, transforma-se na mais verdadeira e completa bênção.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates