Pau que nasce torto morre torto

Ordenação de bispo através dos tempos.
Embora já tenha requisitado formalmente por escrito, o meu Facebook foi mais uma vez vilipendiado por cenas esdrúxulas de heresia explícita. Como sou solitário nesta manifestação, fico imaginando se sou eu que estou vendo demônios onde eles não existem, mas tenho para mim uma cena em que deveria mostrar sinais de fervorosa oração e íntima contrição, me é compartilhada como se fosse um autêntico sarau de dançarinos desajeitados.

Eu sei que o mundo vai desabar novamente sobre a minha cabeça, porque não faltarão aqueles que insistem em querer me fazer crer que isso é ação do Espírito Santo, mas ainda assim continuarei fiel às minhas tradições e honrando a fé dos meus avós José e Isaura Duarte.

Também não faltarão aqueles que dirão que não cabe a mim o julgamento, porque as pessoas são livres para agirem nos cultos e assembleias da maneira que melhor lhes convier. Quanto a isso, continuarei insistindo: abram as suas Bíblias e me mostrem onde estou errado, porque leituras superficiais da Bíblia sobre a instituição do culto em Israel mostram exatamente o contrário. Descreve com riqueza de detalhes punições severas para aqueles que se apresentaram diante de Deus com excelentes intenções nos seus corações, mas desobedientes às prescrições que lhes foram exigidas.

Não sei quando foi que essa tal liberdade entrou na igreja, só sei que ela precisa debandar imediatamente. Motivos não faltam para que isso seja requerido, porque a falta de solenidade chegou ao ponto de não permitir que nossas reuniões sejam sequer enquadradas na categoria de culto. Isso segundo critérios que aprendi no Seminário após ler “O Culto Cristão” de Jean-Jaques von Allmen, leitura obrigatória de todo seminarista.

Quando oração e contrição foram exigidas por Deus em um simples culto sabático, que hoje é o nosso culto dominical, serviria apenas como um sinal de alerta para que em outros encontros mais formais ou nos que tratam de assuntos viscerais da igreja, a ordem do dia fosse “temor e tremor”.

Que resultado podemos esperar de uma assembleia que confunde alegria com badalação? Que considerações se deve esperar de outras igrejas tradicionais quanto a seriedade deste conclave? Ou se anula imediatamente todos esses escrutínios, ou este vai ser sufrágio digno de suspeita enquanto a igreja existir.


PS. Já vi ursos de circo que dançavam melhor que isso.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates