Mais feio que o homem-elefante

Todos os ato de vocês sejam feitos com amor. Paulo de Tarso  em I Coríntios 16.14
Joseph Carey Merrick - o Homem-Elefante

Texto do rev. Jonas Rezende
        
Três livros marcaram fundo minha mocidade: A 25ª Hora, de Gheorghiu Virgiu, A Metamorfose, de Franz Kafka, e O Rinoceronte, de Eugène Ionesco. O primeiro, aclimatado na Segunda Grande Guerra, mostra o homem reduzido à peça de uma grande máquina que se desorganiza.

Kafka retrata o burocrata que se toma um grande inseto, uma barata. E, na peça de Ionesco, o ser humano se faz manada no regime nazista de Hitler. A figura do rinoceronte usada pelo “cronista do absurdo” é emblemática, pois se trata de um animal que tem a vista curta e a pele grossa...

Já faz muitos anos que li estes livros, mas o liame que os une em minha memória é o trágico movimento de desumanização que atinge nossos modelos sociais. Assim como se pesasse sobre a humanidade a maldição de tomar-se um imenso zoológico. Paulo de Tarso nos indica, porém, a direção libertadora, em sua carta citada acima. Diz o apóstolo: Todos os atos de vocês sejam feitos com amor.

Não sei se você assistiu ao filme O Homem-Elefante. Tanto o filme quanto a peça na qual ele se baseia nos passam uma importante mensagem. A história, que é real, nos prepara para entrar em contato com um ser humano de aspecto monstruoso. Mas, ao acompanharmos as ações desumanas daquelas que cercam a infeliz criatura, a absoluta falta de ética e suas deformações de caráter, ficamos tão chocados que, quando entra em cena o homem-elefante, só nutrimos por ele ternura e compaixão, sem emprestar qualquer importância aos aleijões que a vida lhe impôs.

A verdadeira monstruosidade é a vida sem amor. Porque não possui qualquer sentido. Nem futuro.

Martin Luther King nos adverte, como um dos profetas mais lúcidos de nosso tempo, esperando que tenhamos resposta urgente e decisiva para o seu apelo. Diz o pastor:
Ou aprendemos a viver juntos como irmãos ou pereceremos juntos como loucos.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates