A Revolta, o Perverso e a Misteriosa Maldade

A imagem da Besta por HoºRay  Pages
Agora, irmãos, a respeito da vinda de Jesus Cristo, o nosso Senhor, e do nosso encontro com ele, pedimos a vocês o seguinte: Não se perturbem facilmente, nem fiquem assustados se alguém afirmar que o Dia do Senhor já chegou. Talvez alguém diga que nós tenhamos afirmado isso enquanto profetizávamos ou anunciávamos o evangelho ou que escrevemos isso em alguma carta. Não deixem que ninguém os engane com nada disso. II Tessalonicenses 2.1-3

O título desta passagem bíblica não é original. Ele deve ser creditado a um dos tradutores da Sociedade Bíblica do Brasil que entendeu os vários termos usados por Paulo assim ficariam melhor compreendidos por nós hoje. Não tenho qualquer crítica a esse honorável trabalho. Porém, dá para perceber que o seu esforço tem sido mal interpretado e a leitura desse complicado texto permanece suscitando conclusões estapafúrdias.
Uma coisa é certa nesse texto: Os tessaloniceses sabiam muito bem quem era essa pessoa a quem Paulo atribuía os seguintes malditos adjetivos: O Homem sem lei; O Destinado à Perdição; O Rival; O Iníquo; Pecado em figura humana; A Força Oculta da Iniquidade; Um Poder Sedutor, que foram resumidamente traduzidos nos termos: A Revolta, o Perverso e a Misteriosa Maldade. Esse dado em particular não acontece como verdade para nós hoje. Daí as divagações, as inquietações e as falsas profecias se multiplicarem exponencialmente.
Como reza o tema central dessa carta, Paulo quer deixar claro que toda a especulação sobre a segunda vinda de Cristo, que já no seu tempo, ou seja, há quase dois mil anos, era efervescente, não passa de um ledo engano. Mais do que isso, ele vem por escrito se desvincular de qualquer corrente doutrinária que pregue esta mensagem e proibir que se use o seu nome ou suas palavras como respaldo desse absurdo.
Não deixem que ninguém os engane com nada disso. Esse é o apelo apaixonado de um pastor que vê a sua igreja abraçar infantilmente uma inquietação desnecessária e atemporal. Para isso ele recorre à lembrança da sua presença entre eles: Por acaso vocês não lembram que eu lhes disse tudo isso quando estava com vocês? Para nós, herdeiros dessa fé, não importa que seja esse personagem ou como ele está agindo em nosso mundo, pois não nos é dado conhecer tempos ou épocas. Importa sim que ele já está vencido, e com eles todos os que não aceitam o amor como verdade.

Leitura: II Tessalonicenses 2.1-12

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates