Palavra viva

Título da obra e autor não identificados
...assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei. Isaías 55.11

O Deus que se revelou a Abraão fala aos homens, porém, mais do que uma simples vocalização audível, a Palavra de Deus é viva, algo que age concretamente na transformação de consciências e circunstâncias. Acentuadamente contrastante na época do profetismo bíblico, foi o fator que determinou a preservação de um povo, justamente o povo para quem ela foi dirigida em primeiro lugar. Enquanto as grandes potências mundiais da antiguidade deixaram atrás de si nada mais que ruínas, este povo legou a humanidade a sua maior regra de ética e de moral. Foi ao redor das fogueiras nas frias noites do semiárido oriental, que ela começou a ser transmitida de geração após geração, impondo-se sobre todos os ritos de mistério e todas as manifestações supersticiosas, para chegar até nós, íntegra e fiel.
John Wesley a pregou esta Palavra por mais de quarenta mil vezes. Contudo, mesmo os sermões que eram repetidos por mais de uma vez, recebiam adequadamente elementos novos, para que servissem aos fins próprios da comunidade a quem pregava. Quanto mais pregava, tanto maior era a sua certeza de que realmente esta palavra nunca voltava para Deus vazia. O escritor da Carta aos Hebreus não somente confirmou a experiência de Wesley, como também conseguiu definir em uma única frase qual deve ser o nosso comportamento diante desta Palavra: Ai de nós se negligenciarmos tão grande salvação

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates