Conversa mole

Paulo preso em Roma, Rembrandt
Roma era o grande desafio de Paulo, e é bem provável que não houvesse hora mais instável para assumi-lo do que a que se apresentava para ele. Mudanças de governos; retorno dos judeus que haviam sido expulsos; uma igreja sem liderança definida; embates entre cristão judeus e cristão gentios; início de uma perseguição sangrenta. Que mais elementos se fariam necessários para que ele abortasse a missão? Os de Jerusalém esperava o fim dos tempos. “Jesus está voltando, nada mais a fazer”, poderia muito bem pensar o apóstolo. Contra toda essa negatividade Paulo apenas recomenda: Tenham cuidado com as pessoas de conversa macia que com bajulação enganam o coração das pessoas simples (Rm 16.18). Ou seja, Paulo nos mostra que por pior que as circunstâncias se apresentem, mesmo a que estamos vivendo no Brasil de hoje, a prioridade continuará sendo a pregação do evangelho. Nenhuma outra possibilidade existe para o fiel, e qualquer outra que acolhermos não passará de lisonja, engano, conversa mole e bajulação.


Leitura: João 10.14-16

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates