Mais amor, por favor!

Campanha lançada em 2009 por Ygor Marotta
Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. Leia I Jo,3.16-24

Texto do rev. Luiz Carlos Ramos.

Como reconhecer o amor? Segundo o autor da primeira epístola de João, o amor está no ato da doação de vida. E como se doa vida? Abrindo o coração para aquele que padece necessidade.

E como se abre o coração?

Indo além das palavras, e demonstrando de fato e de verdade, i.e., dando ouvidos ao que nos dirige uma súplica; estendendo a mão ao que nos pede socorro; oferecendo o ombro para apoiar o cansado; fazendo companhia ao que se sente só; abrigando o que ficou desamparado; socorrendo o que está desassistido; cuidando dos feridos; alentando dos enfermos; engajando-nos nas causas dos que estão do lado da justiça e do direito, dos que defendem a vida e promovem a paz.

“Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade”. (I Jo 3.18)

Amor não é um sentimento. Nem sequer é preciso gostar de alguém para amá-lo. Amar é uma ação, um gesto, uma atitude. É um jeito de fazer que vira um jeito de ser. Amar de fato e de verdade é assumir a dor e a alegria de ser solidário, não por causa dos méritos de quem quer que seja, mas apesar de tudo e contra tudo. É dar a vida até por aquele que não vale a pena (que foi o que Cristo fez por nós).


O amor é o grande mandamento. O amor é o único mandamento. Somente aquele que ama, crê. Somente o que ama é o que guarda os mandamentos. Somente o que ama permanece em Deus e Deus nele.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates