Revolução e construção

Jeremias no poço, autor não identificado
Olha que hoje te constituo sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares e também para edificares e para plantares. Deus (Jeremias 1.10)

Texto do rev. Jonas Rezende.

Estas são palavras de Deus, na abertura do livro escrito por Jeremias, e registram o núcleo da vocação do profeta. Mas a forma universal, utilizada para traçar o caminho de Jeremias, toma a página um ponto de referência necessário para todos os homens que são alvo do chamamento divino. Quero, então, pedir a você que anote as duas ideias básicas do texto e que, juntos, reflitamos a respeito.

A ligação do homem a Deus implica, simultaneamente, a adoção de um projeto revolucionário para a sua vida; o próprio projeto partilhado ao profeta, no passado: arrancar, derrubar, destruir e arruinar tudo o que se fez ultrapassado e injusto. Note a clareza da dimensão política de nossa fé, na renovação das instituições sociais, a correção dos desequilíbrios; esta tarefa pesada e inadiável de tomar o mundo mais humano e habitável para nós e para os nossos filhos.

Mas há igualmente no texto uma chamada de Deus para que edifiquemos e plantemos. Apenas destruir e derrubar pode limpar o terreno, abrir perspectivas, mas nosso trabalho está também vinculado à construção do homem novo no mundo renovado.

Se nossa fé se manifesta com um rosto profético, ela também se expressa na ação nitidamente pastoral.

Já houve tempo em que minha simpatia maior ficava com os profetas bíblicos, quando comparados aos sacerdotes e pastores. Até porque os primeiros eram perseguidos, e os sacerdotes morriam, velhos, em seus leitos confortáveis. Percebo hoje, com visão mais amadurecida, que as duas dimensões da fé se complementam, como a cara e coroa de uma única moeda. Existem os falsos profetas e, acima de tudo, é real a nossa carência da ternura que os pastores estão prontos a dar. Afinal, o maior de todos os profetas de Deus, Jesus Cristo, é apresentado também na Bíblia como “o bom pastor que dá a vida por suas ovelhas”.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates