Moral de escravos

Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível. I Coríntios 9.19
Dorian Gray na Projettare
Nietzsche considerava o Cristianismo o mais baixo aviltamento do ideal humano. Inclusive, uma vez chegou a chamá-lo de moral de escravos. Porém, o fato para o qual ele nunca atentou foi que o cristão é constrangido pelo amor a Cristo a ser um escravo voluntário, e quem mais, senão o homem livre, pode optar voluntariamente pela servidão?

Não estou querendo dizer com isso que esta seja uma tônica predominante nos círculos evangélicos, mas sim que deveria ser a atitude que mais identificaria o cristão nos dias de hoje. Na realidade, não foi bem Cristo quem primeiro semeou esta ideia entre o povo de Deus. Há muito os profetas já se sentiram por inteiro dentro desse paradoxo, porque, pois mais que se sentissem libertos e prontos para o enfrentamento com os poderosos agindo pelo Espírito de Deus que repousava sobre eles, mais se sentiam na inescapável obrigação de propagar uma mensagem, que quase nunca era confortável ou sequer agradável ao mensageiro.

A questão se torna bem mais complexa quando passamos a analisar o pensamento que o homem faz de si mesmo, antes de qualquer consideração sobre o que enleva e o que avilta o ideal humano. O nosso patriarca Jó discorre sobre a sua condição, que imagino ser a condição da grande maioria das pessoas que um dia fez este julgamento de si mesma: Não é penosa a vida do homem sobre a terra? Não são os seus dias como os de um jornaleiro? Como o escravo que suspira pela sombra e como o jornaleiro que espera pela sua paga? Parece-me que este escritor está sugerindo que de uma forma ou de outra sempre nos sentimos escravos de alguém ou de alguma coisa. Então a consideração a ser feita sobre o ideal humano passa antes pela avaliação dos critérios que esse ideal será medido.



0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates