Julgando o julgamento

Não julgueis, para que não sejais julgados. Mateus 7.1 ou Lucas 6.37
O olho que tudo vê, Catedral de Aachen (790)
Se este não é o versículo mais conhecido da Bíblia, é de longe um dos mais citados, e sempre citados em dois contextos distintos: quando se trata do julgamento sumário e definitivo, como também a toda e qualquer forma de julgamento. Mas seria este o propósito das palavras de Jesus? Não caberia aí alguma contextualização para termos a dimensão exata da sua aplicabilidade no cotidiano? Não teríamos nós a obrigação de buscarmos na própria Bíblia o respaldo para entender tão contundente mandamento de Jesus?

Para os que se interessarem em fazê-lo, convido-os a investigarem estes poucos versículos que foram pinçados das Escrituras, voltando a elas e observando nelas a dimensão exata do quando, onde e para que eles foram proferidos, porquanto, no seguimento desta postagem faremos juntos uma avaliação da maioria das questões que ainda pairam sobre eles.

Não farás injustiça no juízo, nem favorecendo o pobre, nem comprazendo ao grande; com justiça julgarás o teu próximo. Lv 19,15
Nesse mesmo tempo, ordenei a vossos juízes, dizendo: ouvi a causa entre vossos irmãos e julgai justamente entre o homem e seu irmão ou o estrangeiro que está com ele. Dt 1,16
Em havendo contenda entre alguns, e vierem a juízo, os juízes os julgarão, justificando ao justo e condenando ao culpado. Dt 23,1
Ouve tu dos céus, age e julga a teus servos, dando a paga ao perverso, fazendo recair o seu proceder sobre a sua cabeça e justificando ao justo, para lhe retribuíres segundo a sua justiça. IICr 6,16
Disse aos juízes: Vede o que fazeis, porque não julgais da parte do homem, e sim da parte do Senhor, e, no julgardes, ele está convosco. IICr 19,6
Tornai a julgar, vos peço, e não haja iniquidade; tornai a julgar, e a justiça da minha causa triunfará. Jó 6,29
Até quando julgareis injustamente e tomareis partido pela causa dos ímpios? Sl 82,2
Abre a boca, julga retamente e faze justiça aos pobres e aos necessitados. Pv 31,9
Assim diz o Senhor dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos e observares os meus preceitos, também tu julgarás a minha casa e guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre estes que aqui se encontram. Zc 3,7
Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também. Mt 7,1-2
Jesus lhes respondeu: Em verdade vos digo que vós, os que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do Homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. Mt 19,28
Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; Lc 6,37
E por que não julgais também por vós mesmos o que é justo? Mc 12,57
Para que comais e bebais à minha mesa no meu reino; e vos assentareis em tronos para julgar as doze tribos de Israel. Lc 22,30
Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. Jo 3,17-18
Se alguém ouvir as minhas palavras e não as guardar, eu não o julgo; porque eu não vim para julgar o mundo, e sim para salvá-lo. Jo 12,47
Portanto, és indesculpável, ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas a outro, a ti mesmo te condenas; pois praticas as próprias coisas que condenas. Rm 2,1
Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster. Rm 14,4
Tu, porém, por que julgas teu irmão? E tu, por que desprezas o teu? Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus. Rm 14,10
Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém. ICo 2,15
Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por tribunal humano; nem eu tampouco julgo a mim mesmo. ICo 4,3
Ou não sabeis que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deverá ser julgado por vós, sois, acaso, indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis que havemos de julgar os próprios anjos? Quanto mais as coisas desta vida! Entretanto, vós, quando tendes a julgar negócios terrenos, constituís um tribunal daqueles que não têm nenhuma aceitação na igreja. Para vergonha vo-lo digo. Não há, porventura, nem ao menos um sábio entre vós, que possa julgar no meio da irmandade? ICo 6,2-5
Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. IICo 11,31
Julgai todas as coisas, retende o que é bom; ITs 5,21
Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão ou julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz. Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo? Tg 4,11,12
Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas. Tg 5,9

Nota: Qualquer colaboração, sugestão, contestação ou acréscimo será muito bem acolhida, uma vez que este blog não faz qualquer tipo de moderação aos comentários ou críticas recebidos.



0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates