Homem de Deus II

Altar de Jeroboão em Dã
A segunda observação a ser feita no texto é que a Palavra de Deus é mais forte do que o braço do poder e nunca poderá ser aprisionada por ele. Jeroboão tentou resolver um problema político apelando para uma artimanha religiosa, e quando se viu confrontado pela mensagem profética que condenava sumariamente esta atitude, pela força do seu poder, tentou impedir que a Palavra de Deus se cumprisse.
É importante que se diga que o plano de Deus não se extinguiu ou mesmo fracassou com Jeroboão e com as tribos do norte, quando estas foram aniquiladas. Eles, assim como nós, estavam acostumados com as profecias locais, que eram exclusivamente de cunho pessoal, tais como: a reabilitação de um drogado, a restauração de uma família desfeita, a cura de uma doença até então incurável. Mas quando o problema necessitava de uma transformação cósmica. Algo que realmente causasse um transtorno universal, aí os profetas domésticos, assim como nós, nos calamos diante da nossa incapacidade.
O que dizer então quando o braço do poder quando se confronta com a Palavra de Deus? O sinal da cinza derramada era um poderoso indício de que Deus não estava aceitando aquele sacrifício, que ele não somente seria em vão, mas que estava contrariando a sua Palavra. Muitos dos profetas de hoje amargam a decepção das suas falsas profecias não cumpridas e sofrem a humilhação de ver expostas ao público as artimanhas fraudulentas que os seus ministérios tanto anunciaram.
Muito embora tenhamos a impressão de que esse tipo de profetismo esteja no auge, seus profetas estão com os dias contados, pois o pior pecado, o da contradição flagrante à Palavra de Deus, já foi cometido. A sua queda é apenas uma questão de tempo. Mas enquanto não são descobertos continuam a fazer vítimas inocentes da sua gula por riquezas. Continuam a mercadejar a Palavra de Deus e continuam a fazer sacrifícios em outros altares. Mas aqui se detecta um novo problema. Quando um desses profetas é desmascarado, a maioria dos membros de sua igreja não fica convencida de que a solução dos seus problemas não está nos artifícios da religião, e continuam fiéis a esta palavra, acreditando piamente ser ela proferida por Deus. Infelizmente a sua revolta fica manifesta a uma simples troca de um falso profeta por outro prestes também a ser desmascarado. E é aí que o povo é sacrificado no próprio altar de ajudou a construir. (continua) (anterior)

Leitura: I Reis 13.1-22

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates