Ainda não é o fim

Jesus está voltando, autor não identificado
E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras;
vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer,
mas ainda não é o fim.
Mateus 24.6

Texto do reverendo Paulo Schütz extraído do blog http://plebemaldita.blogspot.com.br/

Quando achamos que as coisas vão muito mal e que não podem piorar, mas, de repente, pioram, exclamamos: é o fim. Era como se sentiam os discípulos quando pediram a Jesus: Dize-nos quando sucederão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e da consumação do século. O mestre reconheceu que as coisas deveriam continuar mal por algum tempo, mas assegurou: não é o fim.

Hoje, vivemos situação semelhante e somos muitas vezes tomados dos mesmos temores, de modo que precisamos ouvir essas palavras que ecoam através dos séculos: não é o fim. O livro do Apocalipse, que discorre bem mais longamente sobre os últimos tempos, ensina que os dias de provação serão prolongados para que todos os homens tenham a oportunidade de se arrepender, até que seja pregado esse evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações.

E parece que isso está de fato acontecendo. Percebe-se uma grande movimentação de missionários em longas viagens internacionais, muitos frequentam as salas vip dos aeroportos e as primeiras classes das aeronaves, para não falar dos que possuem as suas próprias. Hospedam-se nas melhores suites dos melhores hotéis, quando não ocupam integralmente todas em sua convenções evangelísticas. Constroem enormes casas de espetáculos que chamam de templos ou catedrais, ou alugam grandes espaços para apresentarem seus shows, que chamam de louvor. Mas, considerando que Jesus havia advertido seus enviados a não levar bolsa, nem alforge, nem sandálias, a não acumular tesouros na terra, nem a ocupar os primeiros lugares, estes mais se parecem com os muitos falsos profetas que se levantarão e enganarão a muitos.

Por outro lado, percebe-se também a presença de mensageiros aparentemente mais confiáveis alertando: Arrepende-te, Jesus está voltando! Mas isso soa mais como uma ameaça do que boa notícia, boa nova, evangelho. E a advertência do mestre aos fariseus, saduceus e às multidões que saíam para serem batizadas, ainda são válidas: Raça de víboras, quem vos induziu a fugir da ira vindoura? Fugir da ira vindoura não é um bom motivo para se arrepender. (continua)


Referências bíblicas:
Mateus 3.7; 24.1-31; Lucas 3.7.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates