Recompensas da fé II

Mansões celestiais, autor não identificado
Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber aonde ia. Hebreus 11.8

 Outro mérito do anúncio daquela igreja é destacar as condições temporárias. Somente uma fé míope negaria o valor do poder econômico ou o bem estar físico. A maioria daqueles que dizem que saúde e dinheiro não são importantes já tem os dois. Joãozinho 30, um coreógrafo do Carnaval carioca já falecido, dizia: o pobre gosta de luxo, quem gosta de pobreza é intelectual. Quem não acredita nisso precisa conhecer o sacrifício que os pobres das favelas do Rio fazem para mostrar ao mundo em um dia do ano, em apenas uma hora e meia, o espetáculo mais luxuoso que existe. Quem diz que o dinheiro não é importante, nunca experimentou a sua necessidade real ou nunca teve que suar sangue para obtê-lo.

Um terceiro mérito da propaganda é que ela ofereceu benefícios específicos. Qualquer propaganda tem necessariamente que oferecer alguma vantagem. Ninguém faz opção por um produto ou serviço que se declare inferior. Todos queremos os tais dos benefícios exclusivos, mas poucos sabem que nem todos são tão exclusivos assim. Todos detergentes vêm da mesma matéria prima básica, tanto o shampoo para bebês, quanto os usados em limpeza pesada. São apenas mascarados com cores e perfumes e apresentados em embalagens diferentes. Se escolhemos um dentre outros é porque nos interessamos nas vantagens que a sua maquiagem insinua nos oferecer.

Se as promessas devem ser bem específicas, com milhões de templos pregando o evangelhos espalhados pelo mundo, qual é a promessa cristã que a sua igreja precisa oferecer? A Cartas aos Hebreus foi escrita visando aqueles que vão a Deus precisando saber que ele existe e que recompensa os que o procuram. Não vamos agora querer bancar os intelectuais da fé dizendo que nós não vamos à igreja visando algum benefício. Isso não é verdade. Até mesmo as pessoas que já receberam incontáveis bênçãos, continuam indo à igreja para receber mais bênçãos. Qualquer um que vai a Deus precisa saber que ele existe, mas que também recompensa os que buscam.

Deus nos ama, e esse amor responde as nossas necessidades. Jesus falou abertamente em recompensas: Marcos 10,29 - Eu afirmo a vocês que isto é verdade: aquele que, por causa de mim e do evangelho, deixar casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos ou terras receberá muito mais, ainda nesta vida. Receberá cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos, terras e também perseguições. E no futuro receberá a vida eterna.

O fato é que não fazemos nada imbuídos de uma motivação totalmente pura. Até a nossa ida a Deus não é totalmente altruísta. Gostaríamos de pensar que é assim, que vamos à igreja somente para louvá-lo e agradecê-lo, mas isso não é verdade. Toda religião se fundamenta no desejo pessoal de obter algo ou de ter alguma vantagem. Mas nós não devemos nos preocupar tanto com esses nossos interesses subliminares ao andarmos com Deus, pois afinal de contas, a fé cristã está repleta de promessas e recompensas. Os nossos hinos estão cheios de promessas de um céu esplendoroso, onde iremos morar em ruas de ouro e em magníficas mansões celestiais. Não sei vocês, mas eu quero uma bem grande. (continua)

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates