O que é LAMENTAÇÕES (Livro)?

Jeremias lamentando a destruição de Jerusalém, Rembrandt
No hebraico qinõt , mais tarde ’êkãh, ai é a primeira palavra do livro que a Vulgata chamou de Lamentationes, e a quarta das cinco Megilloth no cânon judaico. Assim são chamados, desde o tempo da formação do Talmude, os cinco livros do Primeiro Testamento que nas cinco principais festas judaicas eram lidos inteiramente. São os seguintes: Cânt na Páscoa, Ru no Pentecostes, Lam na celebração da destruição de Jerusalém, Ecle na Festa dos Tabernáculos e Est na festa Purim. Nos LXX e na Vulgata vem depois de Jeremias.

Conteúdo.
Lamentações é uma coleção de cinco cânticos; os quatro primeiros estão compostos no ritmo qinãh; sendo que o quinto não é propriamente uma lamentação, mas descreve as calamidades em forma de oração. Os quatro primeiros cânticos são alfabéticos, o quinto não; mas o número dos seus versículos é um acróstico das letras do alfabeto. É interessante que nos cânticos 2-4 a ordem alfabética não é a tradicional: o está depois do p. No primeiro cântico: Lm 1.1 e 11-17; 9c e 11b são orações em que o poeta e a cidade personificada lamentam a desolação e destruição de Jerusalém. Ambos reconhecem a culpa do povo.

No segundo cântico o poeta lastima o castigo de Javé sobre Jerusalém e exorta a cidade à penitência (2.1-19); em 2.20-22 a cidade implora misericórdia.

No terceiro cântico o poeta descreve a sua própria sorte em relação com a desgraça de Jerusalém e sua esperança na graça de Javé.

No quarto cântico ele chora novamente sobre a desolação e a destruição de Jerusalém, que foi justamente castigada por Javé. Os dois últimos versículos (4.21s) contêm uma ameaça contra Edom, por causa da atitude dos edomitas depois de 586.

O quinto cântico tem na Vulgata um título especial: Oratio Jeremiae Prophetae, e é uma queixa geral a Deus implorando pela sua ajuda.

Origem.
A tradição judaica e cristã, talvez sob influência de II Rs 35.25, considerou Jeremias como autor de Lamentações. O certo é que o livro foi composto sob o impacto imediato dos acontecimentos. Pode-se pôr em dúvida, no entanto, se Jeremias é o autor, pois há certa diferença de ideias entre Jeremias e Lamentações: Jr 37.7 e Lm 4.17; o julgamento de Jeremias sobre Sedecias e Lm 4.20, e textos como Lm 2.9 e 5.7 dificilmente podem ser considerados pensamentos de Jeremias.

Ainda é uma questão discutida, aliás, se todas as Lamentações são do mesmo autor; os capítulos 1 e 5 geralmente são atribuídos a autores diferentes, por motivos literários. Em todo caso, o livro deve ter chegado à sua forma atual antes da restauração do templo de Jerusalém; talvez trate-se de uma coleção de cânticos para uso litúrgico na celebração da queda de Jerusalém (Zc 7). O livro traça um paralelo interessante com uma lamentação sumeriana sobre a queda de Ur.

Fonte: Dicionário Enciclopédico da Bíblia, A. VAN DEN BORN

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates