A blefe de Ananias e Safira

Pedro e Ananias, Nickolas Campbell
Leia Atos 5.1-11

Texto baseado em sermão do rev. Garrison.

Não foi a toa que me demorei bastante tempo para falar sobre esse complicado texto bíblico. Sei bem o quanto foi estranho esse acontecimento e o quanto ele difere de todo o contexto do Segundo Testamento. Então, como podemos entendê-lo? Somente um estudo profundo das entrelinhas do texto poderia nos esclarecer alguns pontos que normalmente não levamos em consideração.

Primeiramente, a igreja primitiva é diferente da igreja que conhecemos hoje em vários aspectos. Um deles era o tratamento que dispensavam uns aos outros. Compartilhavam tudo o que tinham por causa do seu amor a Cristo. As palavras de Pedro dirigidas ao mendigo na porta do templo revela a qualidade de vida deles. O homem lhe pediu uma esmola e ouviu dele o seguinte: At 3.6 – Eu não tenho nenhum dinheiro, mas o que eu tenho dou a você. Barnabé ficou conhecido entre eles porque vendera um terreno que possuía e entregou o dinheiro aos apóstolos. Em At 4.32 lemos: Todos os que creram pensavam e sentiam do mesmo modo. Ninguém dizia que as coisas que possuía eram somente suas, mas todos repartiam uns com os outros tudo o que tinham. Pois foi justamente na hora em que se revelou de modo mais acentuado esse sentimento mútuo que Ananias e Safira se tornaram instrumentos de divisão e desunião. Eles pleitearam a mesma aclamação que Barnabé tinha recebido, só que pagando um preço bem menor. Engendraram um plano em que eles poderiam vender o terreno e ainda assim criar a ilusão de que haviam doado tudo à igreja, como Barnabé fez. Investidos de uma hipocrisia bem acentuada, o casal guardou bem escondido uma parte do dinheiro. Sob todos os aspectos foi um gesto comovente que chamou a atenção de todos: Ananias indo à frente da congregação e depositando o dinheiro aos pés dos apóstolos.

Assim começou a batalha entre Satanás e a igreja de Jesus Cristo. O fator em questão era a própria sobrevivência desta última. Mas o dom de discernimento de Pedro foi ainda maior do que o subterfúgio da Ananias e Safira. Pedro percebeu que naquela manifestação exagerada de zelo tinha mais orgulho pessoal do que piedade. Ananias queria que todos vissem o que ele estava fazendo, por isso, se entusiasmou demasiadamente, não conseguiu disfarçar com a sua espiritualidade atrapalhada, o enorme embuste por trás do seu ato. Em uma clareza marcante, Pedro desmascarou diante de todos a falsidade dele: At 5.3 - Por que você deixou Satanás dominar o seu coração? Por que mentiu para o Espírito Santo? Por que você ficou com uma parte do dinheiro que recebeu pela venda daquele terreno? Antes de você vendê-lo, ele era seu; e, depois de vender, o dinheiro também era seu. Então por que resolveu fazer isso? Você não mentiu para seres humanos — mentiu para Deus!


0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates