Ser e continuar sendo

Ser ou não ser or Edgar Jiménez
O texto de Mateus 11.25-27 propõe uma ligação direta com I Coríntios 1.26-29. Em ambos os casos podemos observar que existe contrapontos entre a sabedoria e ignorância, e entre a fraqueza e a força. Tanto o público de Jesus, quanto os membros da igreja de Corinto representavam o que havia de menos importante e inculto  para a sociedade local. Ou seja, não é novidade alguma que Deus prefere se manifestar no meio de gente simples e humildes. Este é o paradoxo da força do fraco, da sabedoria do louco e da importância do desprezível que Deus tanto soube usar tão bem no transcurso da História.
Aqui, Jesus e Paulo respondem a questão filosófica do “ser ou não ser”, não deixando qualquer dúvida quanto a ser fraco em detrimento do ser forte, ser louco em detrimento de ser sábio. O evangelho é essencialmente para os doentes, para os moralmente fracassados e para os amaldiçoados pelo poder. Basta somente que observemos quem são aqueles para quem Jesus destina as bem aventuranças e quem são os que adverte com o inquietantes “ais”. Deus não é de forma alguma um multiplicador de forças, por conta disso, um ditado popular que diz: Deus não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos, que tomou relevância de um versículo bíblico, cai inexoravelmente por terra. Deus não capacita seus escolhidos, os envia como são e como estão para que executem a sua a sua divina vontade sem qualquer capacidade ou mérito. Quando estou fraco, aí é que estou forte, disse Paulo em seu próprio nome. (continua)

Leituras Mateus 11.25-27 e I Coríntios 1.26-29

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates