Chamados para resistir à intolerância

Corrupção por Emsek Kersh
O domínio de um candidato demagogo e sua mensagem, combinado com um eleitorado raivoso alimentado por ele, ameaçam tanto aos valores de nossa fé como à saúde de nossa democracia. Donald Trump promove diretamente a intolerância racial e religiosa, desrespeita a dignidade das mulheres, traz danos ao discurso público, ofende a decência moral e busca manipular a religião. Isto não é mais a política como de costume, mas sim uma crise moral e teológica, e desta forma somos compelidos a nos manifestarmos como líderes religiosos. Essa declaração não é de forma alguma um aval a outras candidaturas, muitas das quais frequentemente lançando mão da mesma política racial de formas mais sutis. Mas embora seja verídico que Donald Trump não tenha sido o primeiro na longa tradição de pecados raciais americanos, ele está fazendo com que os piores instintos de nossa nação emerjam, evidenciando o que costuma ser encoberto, explicitando o que costuma ser implícito. A vulgar e muito evidente demagogia religiosa e racial de Trump representa um perigo e também uma oportunidade - para expor publicamente e resistir ao que há de pior nos valores americanos. Ao confrontarmos uma mensagem tão contrária a nossos valores cristãos, nossas vozes religiosas podem ajudar a criar uma forma poderosa de divulgar nossa fé verdadeira e nossos melhores valores americanos em meio à crise e confusão moral de nossa nação.


Trecho do abaixo assinado dos pastores e líderes religiosos americanos mostrando o papel da igreja na política, mas principalmente na política partidária.

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates