O que é TRABALHO?

Sacrifício, freechristianillustrations.com
Trabalho, a atividade normal do homem neste mundo, não exatamente como entre os gregos uma ocupação humilhante, deixada aos escravos, mas uma tarefa que Deus confiou ao homem (Gn 1.28). Mesmo o estado de felicidade paradisíaca não era imaginado ter sido sem trabalho (Gn 2.15). Os rabinos posteriores aplicavam a si mesmos, além do estudo da lei, ao trabalho manual, para ganhar o seu pão; julgavam isso o seu dever.

Naturalmente, conheciam-se muito bem os aspectos penosos de muitos tipos de trabalho; diversas palavras com o sentido de peso, labuta, peleja, lida são usadas para indicar o trabalho, sobretudo em Gn 3-17-19 explica esse caráter penoso do trabalho humano como castigo pelo pecado dos primeiros pais. Contudo, cantava-se também durante o trabalho espécimes de cânticos egípcios.

Em cumprindo a sua tarefa, o homem continua inteiramente dependente de Deus. Sem ele todo esforço não dá nenhum resultado (Sl 127) e toda a bênção no trabalho de suas mãos só vem de Deus (Pv 10.22; Job 1.10; Dt 15.10). Por isso o homem tem que pedir a bênção de Deus sobre o seu trabalho (Sl 90.17), e dar-lhe graças quando o trabalho prospera. A Deus pertencem por isso as primícias e os dízimos de colheita e gado (Dt 14.22-29; 26.1-11). Cada um dará a Deus ofertas voluntárias na medida em que for abençoado por Deus (Dt 16.10), então Deus o fará gozar do seu trabalho (Ec 2.24s; 3.13; 5.18). Nem o Primeiro e nem o Segundo Testamentos conhecem um problema de se ter tempo livre (lazer) e de como empregá-lo; as horas entre o nascer e o pôr do sol são o tempo do trabalho (Sl 104.22-29;  Job 9.4). Mas a religião de Israel, com os seus sábados e dias de festa, formou no povo a convicção de que o trabalho humano não é o único e nem o mais alto fim do homem; o homem foi chamado não apenas a continuar a obra da criação de Deus, mas também a entrar no seu repouso (Ex 20.8-11; Hb 3.7-4.11).

Jesus não trouxe ideias novas sobre o trabalho humano, mas passando quase toda a sua vida em trabalhos manuais santificou todo o trabalho humano e confirmou claramente a alta estima de que o trabalho gozava no Primeiro Testamento.

Em S. Paulo encontram- se alguns textos sobre o sentido cristão do trabalho: é um serviço a Deus e não aos homens (Cl 3.22-4,1; Ef 6.5-9). O trabalho feito neste espírito sempre é recompensado por Deus que um dia dará ao homem o descanso pelos seus esforços (Ap 14.13). O trabalho na Bíblia é principalmente agricultura e criação de gado. Mas há também as diversas profissões, veja, por exemplo: Is 44.12. É sobretudo na agricultura e na criação de gado que os grandes proprietários se servem de escravos, que são alimentados por eles, mas não recebem salário. Trabalha-se também com operários salariados, ou a terra é empreitada mediante o pagamento de uma parte dos produtos (Mt 21.33-41). Prisioneiros de guerra ou povos vencidos muitas vezes são usados pelos seus vencedores para trabalhos forçados.

O campo de trabalho da mulher está principalmente nas atividades domésticas, como seja, moer, fazer pão, cozinhar etc. Na capina e na colheita, porém, ela ajudava também no campo.

Fonte: Dicionário Enciclopédico da Bíblia, A. VAN DEN BORN

0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates