Pecado e Graça


Jacó abençoa os filhos de José,Jan Victors(1619-1676)
A lei veio para aumentar o mal. Mas, onde aumentou o pecado, a graça de Deus aumentou muito mais ainda. Rm 5,20

Texto baseado em sermão do rev. Garrison.

Neste versículo Paulo não somente fez um resumo completo de evangelho como nos ditou os dois elementos primordiais da nossa vida: pecado e graça. Será que alguém já reparou o quanto essas palavras são velhas? E o quanto são familiares também? Talvez seja por isso que elas tenham perdido o seu potencial, o seu poder genuíno. Hoje quando se fala em pecado e graça parece que ninguém está nem aí. Por isso que eu e você temos que resgatá-las para nós. Precisamos fazer com que elas tenham a devida atenção, e sejam devidamente observadas. Para isso Paulo nos deixou o versículo: A lei veio para aumentar o mal. Mas, onde aumentou o pecado, a graça de Deus aumentou muito mais ainda.

Você já parou para pensar no que significa a palavra pecado. Você sabia que o pecado antes de ser um ato é um estado? Sabia que a palavra pecado não deve ser usada no plural. Não são os meus pecados e sim o meu pecado. Sabia também que é arrogante tentar classificar as pessoas em grupos de pecadores e retos? Sabia que tudo que falamos sobre pecado é muito diferente e está muito distante do que a Bíblia diz ser o pecado? Na Bíblia pecado é separação, e desse mal todo mundo sofre, este mal todo mundo pratica. Alguém pode dizer: Sergio, esse negócio de separação não é comigo. Pelo simples fato de dizer isso, já significa que está separado da maioria e vai passar a ser olhado com desconfiança. Separação é um fato universal, por isso é que nós sentimos sozinhos, por isso é que nós sofremos; porque estamos em pecado, e estamos mesmo.

 O curioso disso tudo, é que mesmo estando em polos opostos, pecado e graça estão intimamente ligados, porque um não existe sem o outro. Eu jamais conhecerei a extensão do meu estado de pecado, se não for um dia alcançado pela graça. E, por conseguinte, a graça de Deus de forma alguma poderá me redimir, se eu não estiver mergulhado até o pescoço no pecado.

Então o que dizer da palavra graça? Assim como a palavra pecado, ela também é bem complexa. Não é nada fácil definir o que é graça. Então, o que seria graça? A graça seria como um rei de coração grande que simplesmente olha para as pessoas e perdoa todas as suas idiotices e fraquezas? Claro que não. A graça seria como um Papai Noel gigante que tira de um saco enorme perdão e restauração, e os distribui para quem foi bonzinho? Logicamente que essa não é uma boa definição de graça. Graça é uma palavra mágica que eu invoco nas horas de provação? É isso, a graça não é uma nova consciência que não permite que eu peque mais? Nada disso. A graça de Deus é muito mais. Na graça algo é superado. A graça acontece apesar de tudo. Ela acontece, apesar do meu pecado, apesar da minha separação. Ela é a reconciliação do inconciliável. Ela é a união dos que estavam definitivamente separados. Ela é a única esperança daqueles, que, assim como nós, estão irremediavelmente perdidos e alienados. Se alguém supõe não estar enquadrado neste caso, dá um sinal de que está separado de nós outros, e também vai ser olhado com desconfiança, daqui pra frente.



0 comentários. Faça o seu:

 
Copyright 2012 Amós Boiadeiro. Powered by Blogger
Blogger by Blogger Templates and Images by Wpthemescreator
Personal Blogger Templates